Menu

Justiça determina bloqueio de bens de Beto Richa, esposa e filho

11 MAR 2019
11 de Março de 2019

A 23ª Vara Federal de Curitiba determinou o bloqueio dos bens e contas financeira do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), da ex-primeira-dama Fernanda Richa, e um dos filhos do casal, André Richa, além de empresas da família, o bloqueio chega R$ 166 milhões.

 

O bloqueio integra a ação em que os três são réus na Operação Integração, que apura pagamento de propina a agentes públicos por empresas de pedágio no Paraná.

 

De acordo com a decisão, o valor representa a soma de R$ 4,7 milhões que o Ministério Público Federal (MPF) afirma que Beto Richa recebeu em propinas e doações, R$ 82,5 milhões de danos causados aos usuários dos serviços públicos e a pena de multa máxima de cerca de R$ 79 milhões.

 

A Justiça também determinou o bloqueio de bens do contador da família Richa, Dirceu Pupo, em até R$ 4,5 milhões.

 

Os bloqueios foram feitos a pedido do MPF.

Voltar

Tenha também o seu site. É grátis!