Menu

Homem é condenado a 59 anos de prisão por abusar sexualmente das próprias filhas

01 MAI 2019
01 de Maio de 2019

Um homem acusado por crimes de estupro de vulnerável foi condenado a 59 anos e sete de prisão por abusar sexualmente das próprias filhas.

De acordo com a denúncia apresentada pela 1ª Promotoria de Justiça de Infrações Penais contra Crianças, Adolescentes e Idosos da Região Metropolitana de Curitiba, o agora condenado constrangeu duas filhas, ambas menores de 14 anos de idade.

Narra a acusação que os fatos aconteceram entre 2001 e 2015. O genitor abusava das filhas menores de idade dentro da casa onde viviam, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC).

O réu já estava preso provisoriamente antes da condenação. O homem havia tentado matar as vítimas com uma faca após a revelação dos fatos. Ele foi impedido por dois vizinhos que intervieram na situação e acabaram feridos.

De acordo com os depoimentos colhidos pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítima de Crime (Nucria), os abusos começaram quando as vítimas ainda eram muito pequenas, com cinco ou seis anos de idade.

A situação tornou-se ainda mais grave após a morte da mãe das garotas.

Voltar

Tenha também o seu site. É grátis!